Inferno Astral e Meio do Céu

Inferno astral é uma expressão popular (de conotação negativa), e não um termo técnico astrológico, para designar o mês e o período do signo que antecedem o nosso nascimento/aniversário. Refere-se a um momento em que estamos mais sensíveis, com muita movimentação interna, preparando-nos para um novo nascimento. Na verdade, não há nada de infernal nessa fase, ela é apenas mais delicada e exige que demos mais atenção para nós mesmos, nossas emoções, necessidades, que façamos reavaliações e tal.

Nenhuma pessoa é inferno astral de outra, portanto, pois essa expressão refere-se a um período de tempo pessoal, não tem nada a ver com os outros. Aliás é freqüente as pessoas que nasceram em signos próximos se relacionarem muito bem. Sobre combinação de signos, muito se fala, muito se diz, muito está escrito, mas não existe fórmula. Todos os signos podem se dar bem com todos.

Quando estamos passando por dificuldades em nossa vida, quer seja de origem financeira, afetiva, familiar ou profissional, costumamos arriscar: “Acho que estou no meu Inferno Astral …” De fato, podemos identificar esta fase analisando o movimento cíclico do Sol pelo nosso Mapa Astral. Trocando em miúdos: ao longo do ano, o sol transita durante 30 dias, aproximadamente, por cada signo e, podemos dizer o mesmo para cada uma das nossas 12 casas zodiacais. Porém, quando o sol ilumina a 12ª casa, parte do nosso inconsciente vem a tona, temos que encarar nossos segredos e débitos. É o momento em que nos sentimos isolados, que nada vai dar certo e é melhor deixar o mês passar. Como depois de toda a tempestade, vem a bonança, o ciclo do sol estará indo em direção ao Ascendente após completar a 12ª casa. Nesta época, literalmente o sol está brilhando para nós novamente. É uma fase de destaque e estaremos em evidência para quem estiver ao nosso redor. A palavra “inferno” tem uma conotação pesada e fatalista, mas acabou popularizando-se. Na minha opinião, é mal empregada e assusta quem não tiver conhecimento. Prevenida do período em que o sol estará transitando a última casa de seu Mapa, a pessoa entende que o melhor a fazer é aproveitar o momento para refletir, entender melhor o seu “lado oculto” e voltar-se ao plano espiritual da vida. Estas atitudes são muito mais gratificantes do que assumir uma postura derrotista ou entrar em estado depressivo.

O Meio do Céu é o topo do nosso Mapa. É onde queremos chegar nesta vida. Nosso futuro. O signo onde ele está localizado possui as qualidades que precisamos desenvolver para atingir nossas metas. Por exemplo, Se num determinado Mapa Natal o MC encontra-se em Áries, o indivíduo precisa desenvolver a iniciativa, a garra para realizar um empreendimento profissional. “Mas eu não sou ariano!” poderá dizer a pessoa. Na realidade, ninguém é só leonino, ou virginiano. Temos os 12 signos inseridos no nosso Mapa Natal influenciando as mais diversas áreas de nossa vida. Quando dizemos, por exemplo, “Sou escorpiano.”, isto significa que o nosso Sol está localizado neste signo, estamos nos referindo ao nosso “Eu Superior”; nossa essência. O MC pode estar localizado em outro signo, assim como o Ascendente, Mercúrio, Vênus etc.

~ por viaestelar em Março 27, 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: